O comércio varejista no Brasil sofreu prejuízos de quase R$ 4 bilhões ANUAIS apenas diante do furto de mercadorias por parte de clientes e pelos próprios funcionários de lojas. Os dados foram divulgados pelo Centro de Pesquisas de Varejo, no Reino Unido, que alerta que a recessão mundial gerou uma alta sem precedentes no volume de furtos por parte de clientes em lojas nas maiores economias do mundo. A maior surpresa para o centro de pesquisa foi a descoberta que a maioria dos “novos furtos” foi realizado por pessoas da classe média. A pesquisa foi feita em 41 economias com mais de mil redes de lojas de forma confidencial.